» Notícias


25/07/2016
Consumo das famílias gaúchas sofre queda de 30% em julho

A Fecomércio/RS divulgou intenção de consumo das famílias gaúchas para o mês de julho. No mês, o indicador apura queda de 30,2% em relação ao mesmo período do ano passado. O patamar é o menor já registrado desde janeiro de 2010.

O presidente da entidade, Luiz Carlos Bohn, destaca que a redução no índice é fruto das constantes demissões realizadas nos últimos meses. Para ele, esse quadro ainda não foi recuperado, o que impede o aumento da empregabilidade e, consequentemente, a recuperação do consumo. Na avaliação quanto à situação do emprego, em julho, houve queda de 22% na comparação com o mesmo mês em 2015.

Luiz Carlos Bohn ressalta que a reversão dos índices negativos precisa passar pela redução da inflação oficial, volta do aumento dos empregos, baixa das taxas de juros e nos preços no comércio.

Outro dado tratado como “deprimente” pelo presidente da Fecomércio, diz respeito ao consumo de bens duráveis, que bateu novo recorde negativo, com recuo de 62%. Em relação às expectativas no ramo profissional houve alta de 8%, sendo o único dado positivo na pesquisa.
 
Fonte: Rádio Caxias